Neste período marcado por novas restrições e distanciamentos sociais, o WhatsApp está a mudar a forma de nos comunicamos de forma transversal, nos mais diversos setores. Neste artigo, explicamos como os recursos do WhatsApp podem ser explorados por clínicas médicas

Com a recente pandemia que mudou radicalmente o mundo ao qual estávamos habituados, mudaram também as relações sociais e com elas a comunicação que as empresas devem adotar para manter o relacionamento com os seus clientes.

Neste cenário, o WhatsApp adquire cada vez mais força, perante a necessidade crescente das pessoas entrarem em contacto, nas mais diversas áreas, do retail ao automobilismo, do turismo à saúde.

Entre as atividades que mais precisam evitar o contato presencial (e nas quais o risco de um potencial contágio é maior), encontram-se, de facto, as clínicas médicas, onde diariamente os médicos visitam e tratam os seus doentes. Neste contexto, métodos alternativos de comunicação com os doentes, como o WhatsApp, estão a assumir um papel cada vez mais importante.

Como pode o WhatsApp ajudar as clínicas médicas?

Como pode o WhatsApp ajudar as clínicas médicas?

Numa clínica, a necessidade de organizar melhor o fluxo de doentes torna-se fundamental, para que as infeções sejam contidas ou eliminadas. Assim, o WhatsApp pode ser de grande ajuda para todas as clínicas que decidem gerir as suas comunicações de forma rápida.

É justamente no seu caráter de app de mensagens instantâneas que o WhatsApp tem os seus pontos fortes, tornando-se um meio de comunicação instantâneo e acessível a todos. Qualquer usuário pode ser alcançado através desta app de mensagens a qualquer momento e onde quer que esteja.

O WhatsApp garante uma alta taxa de abertura de mensagens que outras apps de mensagens não conseguem alcançar. As estimativas falam de uma taxa de abertura de 98%, incrivelmente maior do que os 22% para e-mails.

Com o WhatsApp é possível interagir de forma eficaz com os doentes que pretendem realizar exames específicos e responder aos seus pedidos em tempo real, sem grandes obstáculos de comunicação.

Para compreender a utilidade de uma plataforma como o WhatsApp no ​​setor da saúde, basta pensar que a Organização Mundial de Saúde (OMS) abriu, em março de 2020, a sua própria conta.

Como o WhatsApp pode ser usado nas clínicas

Uma clínica médica pode usar o WhatsApp de variadas maneiras, por exemplo:

1) Gerir agendamentos: é de extrema importância saber como melhorar ao máximo os agendamentos numa clinica média e, por consequente, diminuir a probabilidade de contágio;

2) Oferecer consultas médicas: enviar, através de mensagem, conselhos médicos ou até terapias para os doentes sem que estes tenham de sair de casa, limitando assim as movimentações;

3) Enviar receitas médicas: a possibilidade de enviar e receber documentos, imagens ou vídeos pode facilitar o envio de receitas médicas ou outros documentos, diretamente do smartphone;

4) Enviar questionários de satisfação: podem-se enviar sondagens para validar a qualidade dos serviços oferecidos pela clínica através do WhatsApp. Com este propósito a Outside Voice é a ferramenta mais adequada;

5) Enviar avisos e alertas: notificar sobre atualizações de horários, alterações de agendamentos ou informações anti contágio é possível com uma simples mensagem.

Estes são alguns dos exemplos de atividades que podem ser realizadas através da já omnipresente app de mensagens, tendo em conta todas as normativas de privacidade que os diferentes países adotam.

Como o WhatsApp pode ser usado nas clínicas

Utilizar o WhatsApp em mais dispositivos na clínica

Agora que esclarecemos quais podem ser as vantagens de usar o WhatsApp numa clínica médica, devemos especificar quais são os limites da plataforma nativa oferecida pelo WhatsApp. Embora a versão Business do WhatsApp possa ser aberta no computador através do WhatsApp Web, não permite a utilização em vários dispositivos. O que significa que cada funcionário de assistência ao doente deve ter a sua própria conta.

Isto pode ser um grande problema, sobretudo em clínicas com muitos funcionários, arriscando criar confusão para os usuários que simplesmente desejam interagir com profissionais de saúde de forma rápida e eficiente.

Neste sentido, a Callbell oferece a possibilidade de integrar o WhatsApp dentro de uma plataforma própria, que permite gerir a mesma conta entre diferentes agentes, de forma estruturada e organizada e com uma série de funcionalidades que ajudam na gestão multiagente de uma linha WhatsApp.

Através da plataforma, é possível estruturar a sua rede de funcionários de assistência de forma organizada, distribuindo de modo automático ou semiautomático as conversas dentro da equipa. Além disso, é possível configurar respostas rápidas, caso haja perguntas frequentes, ou criar tags para classificar os diferentes doentes que interagem com a clínica, para que possa identificá-los com mais facilidade.

Além disso, a Callbell permite integrar também as app de mensagens mais utilizadas, como o Facebook Messenger e Telegram, e manter contato com o público em todos os canais em que estão presentes. Tudo isto e muitas outras funcionalidades estão presentes na plataforma Callbell. Pode experimentar a plataforma por um tempo limitado criando uma conta diretamente neste link.

Esperamos que este artigo tenha sido útil para conheceres o potencial da nossa plataforma! Põe like ou deixa um comentário, até a próxima!

WhatsApp para clínicas médicas
964aef37cbd523c1a8d2250157bf3829?s=100&d=mm&r=g - WhatsApp para clínicas médicas

Sobre o autor: Olá! Eu sou Alan e sou o gerente do marketing da Callbell. a primeira plataforma de comunicação projetada para ajudar as equipes de vendas e suporte a colaborar e se comunicar com os clientes por meio de aplicativos de mensagens diretas, como WhatsApp, Messenger, Telegram e (em breve) Instagram Direct